2

Cidade de Ladrões - David Benioff

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Boa Noite, povo!



Agora que fui entrar que percebi que fazem SEIS DIAS que eu não posto nada.... bom, deixa eu explicar pra vocês... é que esse mês eu estou lotada de provas, ou seja, fica quase impossível ligar o computador, quanto mais entrar aqui no blog :/

Mas a minha sorte é que eu tinha aqui duas resenhas prontas (e atrasadas), então hoje eu já irei postar uma delas!

Bom, preparem as canetas pois hoje vou falar de uma história de qualidade e conteúdo garantidos.

Cidade de Ladrões é um livro fantástico e que não possui a fama merecedora. Nunca tinha ouvido falar sobre ele, e muito menos o tinha visto até o momento em que encontrei no Skoob um exemplar disponível para troca. E como eu adoro me aventurar por livros desconhecidos, fui logo clicando na capa e me apaixonando pela sinopse!

O livro trata de um tema que, vocês já estão cansados de saber, é um dos meus preferidos: A Segunda Guerra mundial. Mas a narrativa é feita de uma forma inusitada, visto que a situação em que os protagonistas se encontram é extremamente original. Não darei muitos detalhes a respeito da trama porque mais abaixo colocarei a sinopse, e quem ficar interessado fique a vontade para ler!

Embora não pareça muito, o livro foi baseado em fatos reais, e por mais que seja diferente, não deixa de irradiar aquela essência da Segunda Guerra. O que eu quero dizer é que mesmo sendo uma ficção, ela ainda possui uma base sólida, e o próprio leitor consegue perceber isso durante a leitura.

O autor, David Benioff, é um famoso roteirista americano (foi ele quem escreveu os roteiros de "X-Men Origens: Wolverine" e "Game of Thrones"), e acho que isso influenciou muito na criação de ALGUNS personagens (não todos), visto que estes possuem esteriótipos típicos de filmes americanos. Isso não é uma crítica negativa, muito pelo contrário! Como eu disse, o livro é extremamente original, e acho que isso se deve ao fato de o autor ter contrastado na história o drama da Segunda Guerra Mundial narrado em um estilo mais moderno, com direito a elementos típicos de filmes americanos (principalmente o humor).

Falando em humor, embora não tenha muito do que se rir em uma Guerra, Benioff consegue arrancar risadas do leitor com seus diálogos meticulosamente moldados e extremamente inteligentes. Mas não, isso não quer dizer que o livro não passa de uma comédia esdrúxula. Há também muito drama e cenas fortes, típicas de um livro de qualidade que trate sobre a Segunda Guerra Mundial.

Uma coisa que chamou muito a minha atenção em Cidade de Ladrões é a vivacidade das cenas e a forma como é abordada a amizade e o amor. Sem dúvida é um livro impactante tanto no quesito das cenas de ação quanto no que ele nos ensina a respeito dos laços de amizade e de amor em situações extremas.

Em Cidade de Ladrões, um jovem escritor, convidado para escrever um ensaio autobiográfico, decide trocar o relato de sua própria vida, "intensamente maçante", pela história do avô, que combateu os alemães durante o cerco a Leningrado, na Segunda Guerra Mundial.Relutante, o avô aceita contar, pela primeira vez, o que ocorreu naqueles dias: uma odisséia de dois jovens determinados a sobreviver a todo custo, em meio ao frio, à fome, à loucura dos oficiais russos e ao perigo iminente do Exército alemão.Lev Beniov, protagonista deste romance que tem como pano de fundo eventos marcantes da História contemporânea, é um jovem tímido e solitário. Preso pelos russos por não respeitar o toque de recolher, acaba dividindo a cela com Kolya, um rapaz carismático, acusado de abandonar a frente de batalha. Para que não sejam executados, os dois recebem de um coronel uma missão aparentemente impossível: encontrar, na cidade gelada e sem alimentos, uma dúzia de ovos para que a filha do oficial tenha um bolo de casamento decente.Esse é o início de uma jornada às mais perigosas zonas de guerra - povoadas por canibais, prostitutas, crianças esfomeadas e implacáveis nazistas -, mas que os leva a conhecer o valor da verdadeira amizade e, no caso de Lev, à descoberta do primeiro amor. 
A sinopse já diz tudo, não é? E então, o que vocês estão esperando para ler? :)
Espero que tenham gostado da dica!

Abraços,

2 Comentários:

Fernanda Falleiro 14 de abril de 2012 06:23  

Oi Grape,
Também adoro livros sobre a segunda guerra, inclusive fiz uma resenha sobre uma série muito boa, que apesar de ser em quadrinhos conta com muita nitidez a crueldade da guerra. Da uma lida lá é sempre bom compartilhar coisas com quem gosta dos mesmos assunto =D
Vou comprar esse livro, fiquei bem interessada.
Beijos bom final de semanas e boa sorte nas provas

Lu Tazinazzo 16 de abril de 2012 05:39  

Ai meu deus!!! Preciso ler esse livro. Ju! Eu adoro suas resenhas porque você sempre traz algum livro que não seja parte dos lançamentos que estão em TODOS os blogs, então com certeza vou correr no skoob ver se eu acho um exemplar pra mim.

Beijão!

Lu Tazinazzo
http://aceitaumleite.blogspot.com.br

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Não deixe de comentar! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Dar menos que o seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu."

Steve Prefontaine

Posts Recentes

Divulgue

http://leitorasanonimas.blogspot.com/

Clique aqui para ver mais tamanhos...

Assinar Feed

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

  © LEITORAS ANÔNIMAS

- Todos os Direitos Reservados -