7

[Série] The Time Travelers - Linda Buckley-Archer

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Bom dia!


Vim postar essa resenha bem cedo hoje porque se eu fosse deixar para mais tarde, talvez nem daria tempo (como aconteceu ontem). Aliás, já está mais do que na hora de colocá-la no ar porque esse livro foi comprado há 7 meses atrás! Só consegui ler esse mês...


Em um dos meus "passeios" pelo Book Depository, eis que eu me deparo com esse livro. E é claro que eu fui super atraída pela capa, e também pelo título! Temáticas relacionadas à viagem no tempo sempre chamaram a minha atenção.
Quando vi o livro ao vivo, me assustei primeiro pela sua grossura, mas depois vi que as linhas eram bem espaçadas, e as letras nem tão pequenas. Ainda sim, não pensei que seria uma leitura rápida (404 páginas em três dias), por isso fui deixando o livro parado na minha fila até encontrar o momento oportuno. E então chegou o tal momento, também conhecido como férias.


Eu não sabia bem o que esperar do livro, pois até onde eu saiba, ele não é muito famoso nos EUA, tanto que eu nunca havia ouvido falar da série. Mas sinceramente, eu fui brutalmente surpreendida pela autora!
Primeiro que a linguagem usada por ela é extremamente simples, o que facilitou muito a minha vida, pois consultar o dicionário a cada 5 minutos toma bastante tempo da leitura.  Deste modo, 150 páginas poderiam ser facilmente "engolidas" em uma hora e meia.


A temática do livro, como eu já mencionei acima, é sobre a tão comentada viagem no tempo. Embora seja um assunto meio clichê nos filmes de ficção científica, ele é abordado de uma forma super inovadora nesta série, isso eu posso garantir!
Os protagonistas, Peter e Kate, são duas crianças do século XXI que vão parar no século XVIII por acidente, e ficam presos em uma Inglaterra totalmente diferente da que eles conheciam até então. Este primeiro livro narra basicamente as dificuldades enfrentadas pelos dois em uma época remota, e as tentativas de retornar para casa.
O que tornou tudo mais interessante foi ver a estranheza dos protagonistas ao se depararem com costumes tão diferentes. Embora sejam crianças, Peter e Kate são muito inteligentes e  engraçados, acho que valeria a pena ler o livro só para acompanhar o diálogo dos dois!


Linda Buckley tem uma habilidade espantosa de deixar o leitor apreensivo. Além disso, nós nunca sabemos o que esperar de sua narrativa, isso a torna muito mais intensa e proveitosa. E é isso também que leva o leitor a engolir as páginas de uma forma espantosa.
Eu gostei tanto do livro que não consigo explicar direito o que mais me agradou dele. Talvez seja a junção de todos esses fatores que foram citados acima, não sei ao certo... é uma narrativa aparentemente simples, mas com uma capacidade enorme de entreter.


E eu quase ia me esquecendo de mencionar, esse livro faz parte de uma trilogia chamada "The Gideon Trilogy", a qual foi aparentemente baseada em fatos reais a respeito da vida de um homem chamado Gideon, que de fato existiu (pelo que eu entendi pelas passagens que a autora deixou ao longo do livro). Se você já não estava curioso, agora acredito que ficou! :P

Gideon Seymour, thief and gentleman, hides from the villainous Tar Man. Suddenly the sky peels away like fabric and from the gaping hole fall two curious-looking children. Peter Schock and Kate Dyer have fallen straight from the twenty-first century, thanks to an experiment with an antigravity machine. Before Gideon and the children have a chance to gather their wits, the Tar Man takes off with the machine -- and Peter and Kate's only chance of getting home. Soon Gideon, Peter, and Kate are swept into a journey through eighteenth-century London and form a bond that, they hope, will stand strong in the face of unfathomable treachery.
O final desse primeiro volume foi super inesperado e me deixou desesperada para comprar a continuação! 


Uma pena que nenhuma editora nacional tenha se mostrado interessada na trilogia até hoje... mas pensando bem, "não saber inglês" é uma desculpa esfarrapada para não ler essa série, pois como eu já disse, a linguagem é super simples e fácil. E vale a pena, acreditem.


Aqui vai uma foto da trilogia completa, para deixá-los com água na boca:
As capas são maravilhosas, não?
Espero comprar o segundo livro em breve, mal posso esperar para me aventurar novamente através deste universo paralelo!


Abraços,


7 Comentários:

Mariana Ribeiro 19 de janeiro de 2012 06:19  

Olá, Grape!!
Embora a temática de viagem no tempo seja mesmo repetitiva em livros sobrenaturais, achei a história bem interessante e pela sua análise percebi que vale a pena conferir de perto as aventuras dos personagens.
Fiquei bem curiosa!
Adorei a sua resenha!
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Samantha 19 de janeiro de 2012 07:00  

OH Meu Deus, cadê meu cartão de créditoooooooo!!!!!! Amo , amo , amo séries sobre viagem no tempo e achei a capa linda demais. Eu quero, acho que mergulharei no book depository hoje já! bjks

Sam
@BEmpoeirada

Alquimia dos Romances 20 de janeiro de 2012 06:33  

Adoro estórias com viagem no tempo. Meu livro favorito é "Em algum lugar do passado" de Richard Matterson, que virou filme com o Christopher Reeve e a Jane Seymour. Meu inglês é sofrível, mas você até me encorajou me falando que a linguagem é simples. Mas acredito que alguma editora vai conhecer logo essa trilogia. Elas são uma verdadeira mina de ouro, porque quando se começa, nao ainda... Terminar se torna uma obrigação. BJS!

Ana Carolina Nonato 20 de janeiro de 2012 07:15  

Boa tarde!

Eu não gostei muito da temática não. Sei lá... Faltou algo. Não me pergunte o quê, acho que só poderia dizer após ler o livro. Enfim... Mas adorei a capa, super excêntrica!

Um grande abraço,
Blog Seis Milênios.

Ana Ferreira 20 de janeiro de 2012 07:49  

Acho que livros sobre viagens no tempo têm esse encanto todo característico mesmo, é impossível não nos apaixonarmos, ainda mais quando os protagonistas da história são jovens, e trazem aquela leveza típica de quem ainda se encanta com as coisas, que acredita em magia e tudo o mais.

Primeiramente, adorei a capa. E o mais importante, a temática, é, no mínimo, interessante. Estou me focando em ler mais livros em inglês neste ano por hábito mesmo e acho que dou conta desse. Além de que, o Book Deppository aguarda ansiosamente por mim. rs

Beijos,
Ana - Na Parede do Quarto

Cibele Ramos 21 de janeiro de 2012 12:50  

Não conhecia essa série. E como lidar que agora fiquei morta de vontade de ler? :x
Beijos

Joshua Guimarães 22 de janeiro de 2012 12:06  

A série parece ser maravilhosa e fiquei triste por nenhuma editora brasileira ter se interessado pelas obras. Mas a gente não pode desanimar, né? Vai que esse sonho vira realidade, rs!

Abraços,
Joshua - Blog Pensamentos do Joshua - pensamentosdojoshua.blogspot.com

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Não deixe de comentar! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Dar menos que o seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu."

Steve Prefontaine

Posts Recentes

Divulgue

http://leitorasanonimas.blogspot.com/

Clique aqui para ver mais tamanhos...

Assinar Feed

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

  © LEITORAS ANÔNIMAS

- Todos os Direitos Reservados -