9

[Notícia] Editora Penguin compra 45% da brasileira Companhia das Letras

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O grupo britânico Penguin anunciou, nesta segunda-feira, a compra de 45% do capital da brasileira Companhia das Letras. Os valores da negociação não foram divulgados.
Fundada em 1935, a Penguin é a maior editora do planeta e está presente em mais de 60 países. Já a Companhia das Letras foi fundada em 1986 e já lançou mais de três mil títulos desde então.
Segundo o presidente da Companhia das Letras, Luiz Schwarcz, as negociações entre as duas editoras começaram na Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) do ano passado.
Ele garantiu que a associação não significa uma "mudança no controle" da editora. "O que há é uma associação com o melhor e maior grupo editorial do mundo", afirmou.
Os outros 55% da Companhia das Letras ficarão em poder de um holding formado pela família Schwarcz e pela família Moreira Salles. Desse percentual, cerca de dois terços serão dos Schwarcz. "Essa holding ainda não tem nome e está sendo criada agora, para ser a interface da relação com a Penguin", explicou.
Foi criado também um conselho da Companhia das Letras que se reunirá uma vez por ano e será formado por Luiz e Lilia Schwarcz, Fernando Moreira Salles e dois representantes da Penguin: John Makinson e Coram Williams, respectivamente diretor-presidente e diretor-executivo financeiro mundiais da empresa.
"O grupo Penguin é composto por muitas editoras e a Companhia das Letras passa a ter um acesso muito próximo a elas. Mas a nossa linha editorial continua a mesma, sem alterações", afirmou.
A sociedade também não significa que a Companhia das Letras automaticamente publicará títulos da Penguin no Brasil. "A Penguin tem boas relações com várias editoras no Brasil e elas vão continuar", explica o presidente John Makinson. "É claro que, de um modo natural, vamos negociar mais direitos com a Companhia das Letras agora que no passado. Mas não será uma norma."
"Se a Companhia das Letras for a melhor editora para algum título da Penguin, naturalmente vamos nos candidatar de maneira rápida", continua Schwarcz. "Mas a sociedade tem que ser boa para as duas partes. Se a Companhia das Letras não for a melhor editora no Brasil para um livro da Penguin, ela não vai publicar".
A parceria entre as duas editoras começou há dois anos, quando a Companhia das Letras lançou o selo "Penguin Companhia Clássicos".

Fonte:http://ultimosegundo.ig.com.br/cultura/livros/editora-penguin-compra-45-da-brasileira-companhia-das-letras/n1597396905190.html

9 Comentários:

Mar 16 de janeiro de 2012 10:46  

Caramba flor, nem conhecia o grupo Penguin; Eu não gosto muito dessa junção das editoras, porque se pensar bem, assim o mercado norte-americano irá continuar sua soberania na cultura brasileira. Uma influência cada vez maior no nosso modo de ler. Fora que, isso seria um modo de ter uma superioridade nas vendas, uma hierarquia, de modo que a editora com maior poder bota e tira o preço que quiser na hora que quiser. O importante é a competitividade do mercado. Já imaginou se a Penguin compra partes de todas as editoras???
Óbvio que não irá acontecer , pelo menos acredito eu, entretanto é um modo de pensar...

Isabel 16 de janeiro de 2012 18:26  

olha, vou curtir MT se os livros da companhia passarem a ter o mesmo preço dos da penguin hahaha eles fazem livros em material mais barato, aí (importado pela saraiva) acaba saindo a sete, oito reais...

Entre Fatos & Livros 17 de janeiro de 2012 06:43  

OI!

Eu confesso que não conheço mtos títulos da Companhia das Letras. Se li, realmente não me lembro. Mas eu acho que essa parceria pode ser uma boa para nós leitores. Realmente espero que dê um gás nas edições e resulte em bons livros a preços acessíveis.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Livros minha Terapia 17 de janeiro de 2012 16:04  

É sem dúvida uma grande negociação,mostra que a Peguin está mais do que informada sobre o mercado quentíssimo no mundo literário aqui no Brasil. Espero que essa movimentação no mercado beneficie à nós leitores e consumidores.

Vcs são demais não tem uma única vez que eu venha aqui e que me depare com uma informação de valor. Confesso que preciso vir aqui mais vezes.
Mil bjks e obrigada por estarem sempre conosco.

Fê Figueiredo

Bruna Miranda 17 de janeiro de 2012 16:16  

Nossa eu adorei a notícia porque eu acho o trabalho gráfico da Penguim maravilhoso e eles tem um acervo imeeeenso, o que significa: mais lançamentos para nós :) além disso a Penguim é famosa por publicar livros com preços bem acessíveis! uhuuul o/

beeijos!
Bruna
Um Pouco Disso e Aquilo
http://umpoucodissoeaquilo.blogspot.com

Samantha 17 de janeiro de 2012 16:50  

E aí será que isso vai ser bom? Não dá pra negar que as duas editoras são muito boas, mas será que vai mudar alguma coisa? Seria legal uma repaginada. Mas prefiro encarar essa notícia como algo muito bom. Adoro a Cia das letras!! *-*

bjks
Sam
@BEmpoeirada

Nana 17 de janeiro de 2012 22:30  

Oii
Eu lia uns livros da Penguim no curso de Inglês
alguns eram bem interessantes.
Espero que a parceria seja um sucesso.
A Companhia das Letras é a editora que lançou Millenium, não é?

beijos
Nana - Obsession Valley

Carol Espilotro, 18 de janeiro de 2012 04:00  

Nossa! o_O Gosto muito das duas editoras, mas isso foi meio repentino USDHSUKDHSUKHD Vamos ver no que vai dar XD

Beijos,
World of Carol Espilotro x

Angela Graziela 18 de janeiro de 2012 08:55  

Gostei bastante
E o bom é que teve ter mais títulos bons vindo para o Brasil
Além de podermos exportar nossas obras também

Beijos
@pocketlibro
http://pocketlibro.blogspot.com

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Não deixe de comentar! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Dar menos que o seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu."

Steve Prefontaine

Posts Recentes

Divulgue

http://leitorasanonimas.blogspot.com/

Clique aqui para ver mais tamanhos...

Assinar Feed

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

  © LEITORAS ANÔNIMAS

- Todos os Direitos Reservados -