12

Os 13 Porquês - Jay Asher

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Oi gente! Há quanto tempo não apareço por aqui, certo? Sinto muito por isso, mas não tenho lido muitos livros ultimamente (que vergonha) e alguns que eu li, já têm resenha aqui no blog. Mas aqui estou eu para falar de um livro simplesmente fantástico.


Ao chegar da escola naquela tarde, um pacote sem remetente, endereçado a Clay, lhe dá boas-vindas na porta de casa. O pacote contém sete fitas cassete embrulhadas em plástico-bolha. Play. A voz de Hannah Baker. Morta há algumas semanas. Suicídio por overdose de remédios. E o primeiro amor de Clay. Nas fitas, Hannah explica os treze motivos que a fizeram acabar com a própria vida. Quem recebeu as fitas é um deles. E a regra é simples: depois de escutar seu motivo, passe as fitas adiante, para o nome da história seguinte.


 Como eu disse anteriormente, o livro é fantástico. Não tenho nenhuma reclamação sobre ele, nenhuma mesmo. Raramente eu aprecio tudo em uma história, sempre tem alguns pontos que me decepcionam, mas esse me impressionou da primeira à última palavra. De longe é um dos melhores livros que eu já li em toda a minha vida até agora.


Ao contrário do que muita gente pensa, o livro não focaliza muito no assunto "suicídio", mas sim em pequenos atos que podem acabar com a vida de uma pessoa quando acabam se transformando em um ciclo, onde todos esses atos estão interligados. Não é a toa que Hannah cita 13 motivos que a levaram a se suicidar.


O mais interessante é que as narrações de Clay e de Hannah se intercalam, às vezes formando um diálogo. E é tão emocionante que a um momento você queria estar na história para impedir que Hannah fizesse o que fez. Digamos que Hannah seja aquela personagem a quem você se apega rapidamente, e confesso que durante a leitura eu ficava "não, ela não pode estar morta, ela tem que estar viva... ela tem que estar brincando". Mas não... os sinais estavam ali, o tempo todo, só que ninguém percebe.


É uma narrativa simples, sem exageros. O autor mesmo declara que não gosta de descrever muito os cenários e prefere que o leitor imagine ele como quiser. E esse é um dos fatos que torna o livro tão bom. O fato de ter um mapa com todos os lugares que marcaram a vida de Hannah faz com que você se sinta parte da história.


A verdade é que o livro retrata a realidade de várias pessoas, que estão fartas de sofrer e simplesmente não encontram outra saída a não ser o suicídio. Mas a história de Hannah nos mostra que existe sim várias saídas para esse problema, mas que depende não só de uma pessoa, depende de várias pessoas que às vezes não percebem o que está acontecendo. E essa questão é bem ressaltada no epílogo.


Beijos!!!!

12 Comentários:

Bookaholic World 14 de outubro de 2011 15:32  

Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler esse livro.
Dá pra ver que você gostou bastante, e fiquei curiosa.
É esse livro que vai ser adaptado pro cinema, ou estou confundindo?
Enfim, adorei a resenha, quero muito ler!

beeeeeijoo, Nayanne.
http://www.bookaholicworld.com/

Carol D. 14 de outubro de 2011 16:37  

Esse livro é mesmo de mais! Acho que devia ser adotado em escolas, primeiro porque trata de um assunto que está em alta, o bullying, e segundo porque além de entreter ele serve para alertar-nos de prestar atenção às outras pessoas, porque assim podemos identificar vários fatores e até ajudar alguém que possa estar pensando em suicídi. Ás vezes, como a Hanna, eles podem só estar precisando de uma conversa. Foi como você disse mesmo, começamos a pensar que podia ser uma brincadeira de Hannah, que ela estaria rindo no final, mas infelizmente isso não acontece, acho que esse é outro ponto alto do livro, não há final feliz. Uma coisa que me intrigou foi o modo como ela decidiu morrer, de um jeito que não traumatizasse os pais brutalmente, como ela se preocupava com eles apesar de tudo.
Ufa, acho que falei de mais kkk
bjs!

Nana 14 de outubro de 2011 17:43  

Hey girls!
Não conhecia esse livro, nossa ADOREI!

Esse negócio de fita me lembrou O Chamado HAHA

Fiquei curiosa para saber os motivos da moça, e adoro esse toque de suspense dos livros.!

Já vai pra listinha haha

Ótima resenha

Have a nice weekend
xoxo
Nana - Obsession Valley

Daniele 14 de outubro de 2011 19:35  

Não é meu tipo de leitura preferido, mas achei a resenha bem intrigante...
Adorei o site, parabéns!
Beijos
Dani

http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

bibs 15 de outubro de 2011 08:01  

ah meninas! passei pra avisar que recebi hoje os marcadores! ficaram lindos! *-*

Estante Seletiva 15 de outubro de 2011 11:42  

Olá,
Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
Segue lá também..

http://estanteseletiva.blogspot.com/

Luana Feres 15 de outubro de 2011 15:01  

Já li esse livro e é um dos meus preferidos! A escrita de Jay Asher é incrivel e a tematica do livro a narração é super original. Como você, eu meio que esperava que no final, Hannah estivesse viva. Foi bem triste não poder ajudá-la. Gostei da resenha. :)
Não conhecia o blog, mas já estou seguindo.

Beijos
Mulher gosta de falar

Angela Graziela 15 de outubro de 2011 17:50  

Sempre leio resenhas sobre este livro e fico muito interessada
Já que sou MUITO curiosa e eu quero saber o que acontece
Beijos

Entre Fatos & Livros 15 de outubro de 2011 21:40  

Oi!
Primeiro eu qro agradecer os marcadores do blog q recebi hj. São lindos, parabéns! Mto obrigada, como toda boa leitora, eu amo marcadores e foram super bem vindos em minha coleção.

Sobre a resenha, eu tenho interesse nessa leitura. Eu sou o tipo de leitora que admira diversos gêneros, leio de tudo e gosto de histórias marcantes, com um bom painel. Acho que vou encontrar isso nesse livro. O tema é bem interessante, eu gosto de refletir sobre esses comportamentos humanos. Eu leria, aliais vou torcer para conseguir esse exemplar para minha estante.

BjoO
Pri
Entre Fatos e livros

Kauana Gomes 22 de outubro de 2011 17:14  

A capa desse livro é muito bacana e soube que vai ser lançado um filme. Porém, admito que tinha um pouco de receio em ler esse livro, sou fraca pra determinar tipos de histórias, me deixo levar completamente pelo enredo, mas como sua resenha mesmo diz que é um livro fantástico, tolice da minha parte não lê-lo. Já está adicionado a minha lista de desejados.

Juliana Poggi 23 de outubro de 2011 14:13  

Em todo lugar que olho esse livro tá lá.
Inclusive aqui... ai vim ler a resenha. rs.

Fiquei muito curiosa pra ler, não sabia do que se tratava e o livro me parece realmente muito bom.

No meio de tanto livro de fantasia as vezes é bom pegar alguns que tem um fundo mais real. Que está mais dentro da realidade...

Foi pra lista!

Loved Nerds 24 de outubro de 2011 06:51  

Eu estou louca para ler este livro, mais em todas as livrarias que eu passo não tem no estoque ;/
Amei a resenha, está super linda e informativa, parabéens!

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Não deixe de comentar! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Dar menos que o seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu."

Steve Prefontaine

Posts Recentes

Divulgue

http://leitorasanonimas.blogspot.com/

Clique aqui para ver mais tamanhos...

Assinar Feed

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

  © LEITORAS ANÔNIMAS

- Todos os Direitos Reservados -