11

[Série] Clockwok Angel - Cassandra Clare

sábado, 18 de junho de 2011

Boa Taarde! ~


Vou procurar caprichar MUITO na resenha de hoje, mas acho que mesmo assim não será possível expressar através de palavras o quanto a leitura desse livro significou para mim. <3


É possível que todos vocês já tenham lido ou mesmo ouvido falar da autora Cassandra Clare, que é conhecida principalmente pela série "Os Instrumentos Mortais", que foi lançada inclusive aqui no Brasil pela editora Record.
Eu até tenho o primeiro livro dessa série ("Cidade dos Ossos"), mas como eu já havia comprado o "Clockwork Angel" desde o ano passado, decidi ler ele primeiro, mesmo sabendo que era um prequel para a série Instrumentos Mortais. Ouvi dizer que a ordem da leitura não atrapalharia, por isso não fiquei muito preocupada.


Confesso que comprei esse livro por causa da CAPA. Nunca tinha lido uma resenha dele, só de alguns outros livros da autora. E todas as obras dela recebem ótimas críticas na blogosfera, por isso decidi arriscar :)
Depois que o livro chegou, precisei colocar ele na fila de leitura, e ele ficou cinco longos meses mofando na estante até que eu tivesse tempo para iniciar a leitura (ele não é tão fino). Eu estava meio com medo de achar o nível do inglês meio pesado, porque a época em que se passa a história é em 1878. Nos primeiros capítulos precisei usar frequentemente o dicionário, mas depois fui me acostumando com os termos mais difíceis e a leitura passou para um ritmo mais rápido.


Se o livro não fosse em inglês, acho que eu o leria em três dias no máximo. Não sei nem como explicar como e o quanto a história me prendeu. A autora cria um universo totalmente novo, e desenvolve nele criaturas, cenários, personalidades e diálogos marcantes. Tessa, nossa protagonista, está a procura de seu irmão Nate quando é capturada e submetida a várias experiências traumáticas como prisioneira nas mãos das "Dark Sisters".  Ela passa por uma série de treinamentos dolorosos, os quais ela não compreende no início, até descobrir sua a habilidade especial de se transformar em qualquer pessoa, esteja ela viva ou morta, apenas tocando em algum objeto pertencente a esta. Logo após a descoberta de seu "poder" (o que ela considera uma maldição), Tessa é avisada de que terá que se casar com um homem conhecido como "The Magister". Ela tenta fazer de tudo para fugir do casamento (que irá acontecer no dia seguinte), mas é flagrada em fuga e mantida presa em um quarto. Com suas esperanças já se esgotando, Tessa é surpreendida quando, à sua porta, um garoto chamado Will aparece, alegando estar ali para salvá-la. Tessa é levada para um Instituto localizado em Londres, onde ela acredita estar as pessoas que irão ajudá-la a encontrar seu irmão. A partir daí, a história começa a ficar muito interessante.


Bem-vindo ao mundo dos Downworlders (mistura de humanos e demônios). Nele iremos conhecer Vampiros, lobisomens, feiticeiros e fadas. Eles podem ser criaturas más, ou não (desde que você saiba em quem confiar).


Desafio vocês a lerem este livro sem se apaixonar pelo Will ou por seu melhor amigo, James (Jem). É impossível não nutrir um amor platônico pelos dois! Gostei até mesmo da protagonista, embora ela seja um pouco indecisa às vezes...
Esse é daqueles livros que possuem MUITAS cenas de ação e suspense, e acho que isso o torna ainda mais irresistível. Li as 496 páginas em uma semana, e quando terminei, fiquei com uma certa raiva da Cassandra Clare por não ter lançado a continuação ainda!


Quando Tessa Gray, uma garota de dezesseis anos, cruza o oceano em busca de seu irmão, seu destino é a Inglaterra. Estamos nos tempos da Rainha Victoria, e algo aterrorizante espera Tessa no Submundo de Londres, onde vampiros, magos e outras criaturas sobrenaturais vigiam as ruas com iluminação a gás. Apenas os Caçadores de Sombras, guerreiros dedicados a livrar o mundo de demônios, mantêm a ordem no meio do caos. Raptada pelas misteriosas Irmãs Sombrias, membros de uma organização chamada A Boate Pandemônio, Tessa logo aprende que ela mesma é uma Downworlder com uma rara habilidade: o poder de transformar-se, ao seu querer, em outra pessoa. E mais, o Magistrado, a figura sombria que comanda a Boate, não medirá forças para conseguir que o poder de Tessa seja seu. Sem amigos, e sendo caçada, Tessa toma refúgio com os Caçadores de Sombras do Instituto de Londres, que juram que a ajudarão a encontrar seu irmão, se ela usar seu poder para ajudá-los. Ela logo se encontra fascinada por - e dividida entre - dois melhores amigos: James, cuja beleza frágil esconde um segredo mortal, e Will, o garoto de olhos azuis cuja sagacidade e humor volátil mantêm todos em sua vida à distância... Todos, isto é, menos Tessa. Quando sua busca os leva ao coração de uma trama misteriosa, que ameaça destruir os Caçadores de Sombras, Tessa percebe que pode precisar escolher entre salvar seu irmão e ajudar seus novos amigos a salvar o mundo... E que o amor pode ser a magia mais perigosa de todas.

Pelo amor de Deus, leiam esse livro! Vocês não irão se arrepender NUNCA. Na verdade, eu tenho certeza que ele vai entrar para a lista dos favoritos de muita gente (assim como aconteceu comigo) *--*
Embora o segundo livro ainda não tenha lançado lá nos EUA, a capa já foi divulgada, e eu faço questão de mostrá-la aqui:


Espero que tenham curtido a dica! ^^

Abraços,

11 Comentários:

Ana Ferreira 18 de junho de 2011 17:25  

Ei, Grape!
Já tinha visto a capa dos livros dessa série e elas realmente encantam. São lindíssimas, a história também é muitíssimo interessante.
É a primeira resenha que leio a respeito e gostei bastaaaaante.
Estou começando a visitar mais o Book Depository, só esperando pelo momento de comprar livrinhos em inglês haha

Beijinhos,
Ana - Na Parede do Quarto

»☾« Lana Hawk »☾« 19 de junho de 2011 03:57  

Uau... resenha PERFEITA! Parabéns!

Eu tenho este livro, comprei na pré-venda e devorei em 2 dias! Eu confesso que não sou uma leitora "normal", e, livros como esse me fazem ficar a noite inteira lendo sem parar...

Também senti esta diferença no inglês dele logo no início com muitos adjetivos e termos diferentes, mas nada que impeça a leitura do livro. É uma mistura de inglês antigo e britânico, mas por ser britânica é mais fácil de entender. Aliás, isso me fascinou e ampliou meu vocabulário!

Você me fez lembrar que minha resenha deste livro está ainda como rascunho no blog, acredita? Acho que esta semana vou tomar vergonha e fazer... ou então vou aproveitar e ler mais uma vez o livro (terceira vezz..rsrs) e fazer a resenha...

Sempre passo por aqui.. amo este blog!

Parabéns!

--- Much Obliged!

Raffafust 19 de junho de 2011 09:25  

Meninas

Vou ser MUITO sincera...estou com os dois livros de Cassandra já lançados aqui no Brasil e não encontro tempo para lê-los...teria que parar de trabalhar para iniciar essa leitura..hahahha
Sei que td mundo fala hiper bem deles, até já sei bastante da história dos dois primeiros..mas espero que não fiquei viciada como mts de minhas amigas pq já tnho vicíos literários demais.hahha

Bjos para vcs
Raffa Fustagno
http://livrosminhaterapia.blogspot.com/

Fábrica dos Convites 19 de junho de 2011 10:46  

Ainda não tinha lido nada sobre este livro, e deu para ver que você gostou mesmo. Vou anotar o nome para procurar. Bjs, Rose.

Mariana Ribeiro 20 de junho de 2011 07:50  

Olá, meninas!!
Adorei a sua resenha!
Eu fiquei bem curiosa em acompanhar essa nova série da Cassandra Clare, será que a Galera Record irá publicá-lo aqui no Brasil? Eu tenho os dois primeiros livros da série Instrumentos Mortais, mas ainda está na fila de leitura rs.
Também tenho dificuldades de resenhar livros que gosto muito.
Bjos.

Mariana Ribeiro
Confissões Literárias.

Melissa Pinheiro 24 de junho de 2011 17:24  

As capas da Cassandra Clare são divinas.
Vc realmente gostou do livro rsrs... Pode deixar que assim que der (R$) eu vou ler...rsrs..

Bjs Melissa
Espaço Editorial

Ju Poggi a.k.a. JotaPluftz 27 de junho de 2011 22:40  

É impossivel descrever o QUANTOO eu quero ler esse livro, mas como a minha lista tá grande to empurrando com a barriga pra ver se sai pela Galera Record...

Mais estou muito curiosa pra saber como a autora utilizou o universo SteamPunk e seus seres fantásticos... O.o

Bruna Rodrigues 17 de julho de 2011 15:14  

Ja entrou pra lista de vou ler rsrs (essa lista so aumenta rs).Quando ler posto comentario

Amanda 16 de janeiro de 2014 10:35  

Eu estava com um pé atrás a respeito de ler o livro em inglês, mas agora estou mais tranquila. Obrigada!
Bjs.

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Não deixe de comentar! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"Dar menos que o seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu."

Steve Prefontaine

Posts Recentes

Divulgue

http://leitorasanonimas.blogspot.com/

Clique aqui para ver mais tamanhos...

Assinar Feed

Digite seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

  © LEITORAS ANÔNIMAS

- Todos os Direitos Reservados -